56ª RBRAS e 14º SEAGRO

Conferências

Apresentações orais com duração de 01 (uma) hora nas quais os pesquisadores convidados deverão apresentar resultados recentes de seus trabalhos.






Conferência de Abertura
FORMULATING MIXED MODELS FOR EXPERIMENTS, INCLUDING LONGITUDINAL EXPERIMENTS

Chris Brien - University of South Australia
Clarice Demétrio - Presidente da IBS

Mixed models have become important in analyzing the results of experiments, particularly those that require more complicated models such as those that involve longitudinal data. A method for deriving the terms in a mixed model, described by Brien and Demétrio (2009) [J. Agric. Biol. and Env. Stat., 14, 253-80] will be presented. It extends the method described by Brien and Bailey [J. Roy. Stat. Soc., Series B, 68 (2006): 571-609] to explicitly identify terms for which autocorrelation and smooth trend, arising from longitudinal observations, needs to be incorporated in the model. At the same time we retain the principle that the model used should include, at least, all the terms that are justified by the randomization. This is done by dividing the factors into sets, called tiers, based on the randomization and determining the nesting and crossing relationships between factors. To illustrate the method, a mixed model for the randomized complete block design with longitudinal observations is outlined. The mixed model analysis of data from a three-phase experiment to investigate the effect of time of refinement on Eucalyptus pulp from four different sources is also described. For this example, cubic smoothing splines are used to describe differences in the trend over time and unstructured covariance matrices between times are found to be justified.

topo



 
Conferência 1
AS TRANSFORMAÇÕES DEMOGRÁFICAS BRASILEIRAS: COMO MENSURÁ-LAS?

Ana Maria Nogales Vasconcelos - UNB

Durante muitas décadas, o Brasil foi caracterizado como um país com qualidade de dados deficientes para a estimação de parâmetros demográficos, sobretudo aqueles relacionados às variáveis natalidade/fecundidade e mortalidade. Mais recentemente, com a implantação dos sistemas de informações sobre nascidos vivos (SINASC) e de mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, e a extensão da gratuidade dos registros civis, as estatísticas vitais apresentaram uma expressiva melhoria em relação à cobertura e às características dos eventos. A apresentação discorre sobre a importância de se ter dados detalhados geograficamente sobre a dinâmica demográfica brasileira, sobre a evolução da qualidade das estatísticas vitais e os desafios futuros.

topo



 

Conferência 2
APLICAÇÕES DE ESTATÍSTICA EM GENÉTICA E GENÔMICA

Guilherme J. M. Rosa - University of Wisconsin, USA

Pesquisas envolvendo genética e genômica são de suma importância em diversas áreas da biologia, como por exemplo ecologia, medicina e agricultura. Entre as várias aplicações podem ser citados, por exemplo, estudos evolutivos das espécies, mapeamento de genes relacionados a doenças, melhoramento genético de animais e plantas, desenvolvimento embrionário e diferenciamento de tecidos e órgãos, etc. Em tais pesquisas a utilização de técnicas estatísticas específicas é essencial dada a natureza aletória do processo de herança genética, da dinâmica das populações e da interação entre as espécies e o ambiente, bem como a influência conjunta do genoma e de efeitos ambientais na definição de fenótipos para características complexas. Além disso, com o recente desevolvimento de tecnologias para a genotipagem de milhares ou milhões de marcadores genéticos em várias espécies animais e vegetais, ou até mesmo o sequênciamento completo do genoma de indivíduos, bem como a possibilidade do monitoramento simultâneo da expressão de milhares de genes, são necessários também métodos computacionais apropriados para o armazenamento e manipulação de tais conjuntos de dados, bem como para a extração de informações relevantes dos mesmos. Hoje em dia têm-se então que métodos estatísticos tradicionais já não são suficientes para uma análise adequada de dados provenientes de estudos em genética e genômica, e que procedimentos de análise mais adequados referem-se aqueles que unem conceitos de estatística com ferramentas da ciência da computação, tais como métodos de reamostragem, de cadeias de Markov e algoritmos de aprendizagem de máquina. Nesta apresentação faremos uma revisão geral sobre a utilização de estatística em estudos de genética e genômica, com a discussão de aplicações específicas envolvendo delineamento experimental, testes de hipóteses múltiplas, e modelos de predição. A apresentação será efetuada em linguagem bem acessível e geral, com o objetivo central de estimular a discussão e a troca de idéias, e principalmente atrair o interesse de alunos e pesquisadores para essa área contemporânea de aplicação de estatística.

topo



 

Conferência 3
MODELOS ESTENDIDOS EM ANÁLISE DE SOBREVIVÊNCIA

Gauss M. Cordeiro - UFPE

Faz-se uma revisão das distribuições beta generalizadas e, em especial, das distribuições beta Weibull modicada, beta Burr XII, que são muito úteis em análise de dados de sobrevivência. Outras distribuições da família beta como beta exponencial generalizada, beta gama, beta Burr XII, beta Birnbaum-Saunders, beta Weibull e beta Weibull são citadas. Algumas de suas principais propriedades matemáticas são estudadas e a importância dessas distribuições é enfatizada na análise de dados reais e em simulações de Monte Carlo. Apresenta-se uma classe ampla de distribuições, denominada de Kumaraswamy-G (Cordeiro e de Castro, 2011) que inclui como sub-modelos especiais algumas extensões de distribuições importantes como normal, gama, Weibull e Gumbel. Estruturas de regressão em alguns modelos são descritas e algumas aplicações são apresentadas.

topo



 

Conferências 4 e 5
AN INTRODUCTION TO FUNCTIONAL DATA AND ASSOCIATED INVERSE PROBLEMS WITH A VIEW TOWARDS BIOPHYSICS

Victor M. Panaretos - Swiss Federal Institute of Technology, Lausanne, Switzerland

Functional data analysis considers statistical problems where the data are elements of a function space, rather than the more familiar setting of a Euclidean space. Typically this function space is assumed to be a Hilbert space, so that the extension of many standard notions can be employed, but this extension is rarely without complications, which are due to the infinite dimensional nature of the data. In particular, it is often the case that statistical inference problems such as hypothesis tests lead to ill-posed inverse problems. In these talks, we will introduce the basic framework of functional data analysis and discuss the problem of conducting statistical inferences in certain basic scenaria, with particular attention to inverse problems. We will then make a connection with the analysis of data concerning biological structure and dynamics, namely biophysics, where the notions introduced apply. In particular, we will consider two problems: the random tomography of biological macromolecules and the molecular dynamics of DNA.

topo



 

Conferência 6
PERFIL DO ESTATÍSTICO NA EMBRAPA

Waldomiro Barioni Júnior - EMBRAPA

Será apresentada uma visão sobre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura e Pecuária – MAPA, a sua Missão e Valores, com descrição sucinta das Unidades de Pesquisa no Brasil e no Exterior (Laboratórios, Centros de Pesquisas, Campos Experimentais, Escritórios, etc). Será abordado, também, breve histórico da Área de Métodos Quantitativos na Embrapa, desde o seu início até os dias atuais, falando sobre a participação da Embrapa nos eventos da RBRAS e SEAGRO - Sessões Embrapa. Será relembrada a contribuição de importantes profissionais da área de MQ da Embrapa nas várias atividades da empresa (pesquisa, produção científica, elaboração de livros, gerências, etc). Será também discutido como é o cargo, o salário, as obrigações e a ascenção profissional de um estatístico dentro da Embrapa. Dentro do perfil profissional do estatístico, será discutido quais são os requisitos para que este profissional faça parte da equipe técnica da Embrapa. Dentro do foco no relacionamento interpessoal e profissional, quais são as qualidades desejadas para este profissional, qual seria o perfil recomendado. O autor abordará, também, a importância da Estatística como ferramenta fundamental de apoio e de desenvolvimento da pesquisa agropecuária no País; para tanto, discorrerá sobre a sua experiência acadêmica e de pesquisa, adquirida ao longo de 22 anos dentro da empresa. Dentro deste relato o autor apresentará, também a sua colaboração atuando como consultor dentro de programas do governo brasileiro. Durante a apresentação, será apresentado os métodos e as técnicas estatísticas que um estatístico deve conhecer para atender as exigências das diversas linhas/áreas de pesquisa da Embrapa, mencionando também a importância do conhecimento de softwares para análise de dados. Será discutida a importância do estatístico no planejamento experimental, na elaboração de arquivo de dados, na execução das análises e na interpretação dos resultados. Finalmente, será mostrado as estruturas programáticas da empresa, tais como, projetos, atividades, planos de ação e experimentos na pesquisa agropecuária, envolvendo a aplicação da estatística, objetivando motivar os estudantes e demais profissionais participantes do evento. Isto, além de divulgar as atividades da Embrapa, tem também o objetivo de estabelecer parceria com o setor acadêmico com a finalidade de colaborar na formação de um profissional, formado ou com especialização em estatística, com a habilidade e perfil desejado para atender as necessidades da Embrapa.

topo



 

Conferência 7
PATHOGEN GENOMICS: USING NEW SEQUENCING TECHNOLOGIES FOR GENOMIC EPIDEMIOLOGY AND BIOLOGICAL DISCOVERY

Taane Clark - London School of Hygiene and Tropical Medicine, UK

The application of new sequencing technologies (NSTs), such as Illumina-Solexa Genome Analyzer II or HiSeq2000, SOLiD™ 3 System or Roche 454FLX, are generating whole genome data on organisms that cause or have disease, thereby revolutionising genomic epidemiology and biomedical research. These data are being used to map genomic diversity, and in the context of research in humans, inform genome-wide and fine-scale mapping projects. NSTs are capable of sequencing 1-2 entire human genomes in a single run, making high throughput of human genomes technically possible, but still prohibitively expensive for large studies. However, pathogen genomes are much smaller, making them amenable to large genome diversity and whole genome association studies using NSTs. For example, it is now possible to whole genome sequence nearly one hundred Mycobacterium tuberculosis isolates (causes TB, genome size ~4.4Mb) to high coverage in a single run; within a year it will be possible to sequence at least six times as many isolates per run, making it feasible to track the evolution of such pathogens over time and space. However, to take full advantage of these large datasets and their potential for understanding outbreaks of infectious disease requires the development of methods in bioinformatics and statistics.

topo



 

Conferência 8
PRACTICAL MODELING STRATEGIES FOR UNBALANCED LONGITUDINAL DATA ANALYSIS

Enrico A. Colosimo - UFMG

In practice, data are often measured repeatedly on the same individual at several points in time. Main interest often relies in characterizing the way the response changes in time, and the predictors of that change. Marginal, mixed and transition are frequently considered to be the main models for continuous longitudinal data analysis. These approaches are proposed primarily for balanced longitudinal design. However, in clinic studies, data are usually not balanced and some restrictions are necessary in order to use these models. This work was motivated by a data set related to longitudinal height measurements in children of HIV-infected mothers that was recorded at the university hospital of the Federal University in Minas Gerais, Brazil. This data set is severely unbalanced. The goal of this paper is to assess the application of continuous longitudinal models for the analysis of unbalanced data set.

topo



 

Conferência 9
A NEW THREE-PARAMETER LIFETIME DISTRIBUTION

Saralees Nadarajah - University of Manchester (UK)

Many if not most lifetime distributions are motivated only by mathematical interest. Here, a new three parameter distribution motivated mainly by lifetime issues is introduced. Some properties of the new distribution including estimation procedures are derived. Three real data applications are described to show superior performance versus at least five of the known lifetime models.

topo



 
 
/var/www/rbras56/data/pages/conf.txt · Last modified: 2011/06/30 15:56 by eniuce     Back to top
Recent changes RSS feed Creative Commons License Donate Powered by PHP Valid XHTML 1.0 Valid CSS Driven by DokuWiki Design by Chirripó